sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Capitulo 55 + Ultima mensagem (Do ano de 2010)

**********************Londres***********************
Daniela estava agora a chegar á entrevista, já estava toda preparada até que:
-Upss desculpe! – Disse alguém ao entornar um café quentíssimo para cima dela, e do vestido D&G que ela tinha!
-Ai, fogo! Tá quente! – Ela iria começar a mandar vir com a pessoa, mas quando olhou para cima não conseguiu!
-A menina está bem?! – Tinha um sotaque tão fofo, tão lindo…
-Há… Sim, tou bem! – Dizia ela ao olhar para ele, sentia-se nas nuvens. “Se eu fingir que escorreguei e fizer um bocado de teatro, ele irá agarrar-me!” pensou ela, e assim o fez! – Ai que desastrada que eu sou! – Disse já nos braços do inglês.
-Eu é que sou desastrado! Deixe-me ajudá-la! – O rapaz tirou um lenço do seu bolso do casaco e começou a limpar o vestido da Dani, que a esta hora já estaria em… Nem sei!
-Oh deixa estar… Isto quase não se nota! – Disse ela tentando confortá-lo.
-DANIELA QUE FAZ AINDA AQUI E COM O VESTIDO NESSE ESTADO?! – Ouviram eles gritar! Era a agente dela que vinha com o fotógrafo e a jornalista, vinham cheios de papéis, canetas, gravadores, máquinas fotográficas! Muita coisa mesmo! – VAMOS JÁ! Segue-nos!
Daniela riu, e despediu-se dele:
-Foi um prazer… Pode ser que nos voltemos a ver!
-Tenho a certeza disso!
– E assim Daniela foi embora.

************************************
-Continua por favor… - Pediu Sónia a Tay.
-Bem, os meus pais ficaram com uma cara mesmo… Nem sei explicar… E quando me disseram o que se passou, eu fiquei tal e qual eles!
-Mas o que era a chamada? Era a dizer que o bebé tinha nascido?
-Pudera… Quem me dera que tivesse sido isso!
-Então?
-Era a dizer que a minha irmã e o seu marido tinham tido um acidente muito grave, e bem… Só havia uma hipótese de ela sobreviver!
-Se eu soubesse disso tinha dito ao Carlisle para a ir transformar!
– Pensava Sónia para si mesma.
-E a hipótese era, ou ela morria ou o bebé morria! Os meus pais não sabiam o que fazer, e a partir daí só me lembro das correrias que foram até conseguirem arranjar uns bilhetes para o avião para Londres, e ainda me lembro de chegar ao hospital onde ela estava.
-Fogo, que mau! A tua irmã morreu, não é verdade?! E aquele bebé que vi de manhã não era teu nem do Cam, era da tua irmã!
-Sim… É verdade! Bem como estava a explicar, quando chegámos ao hospital, eu deveria ter para aí uns 15 anos, e só me lembro de correr até á cama dela, e vê-la ali toda ligada…
- Taylor começou a chorar – Ela sorriu para mim, e disse que me adorava! Disse também para eu cuidar muito bem dos pais, e do seu futuro filho! Aquilo queria dizer que o filho é que iria ser salvo e não ela! Eu revoltei-me… E bem, pedi aos meus pais para não a deixarem morrer, não a queria perder por anda deste mundo, ela era o meu ídolo, e vai sempre continuar a sê-lo, mas os meus pais não me fizeram a vontade, e salvaram antes o neto… Nesse dia lembro-me que fiquei sentada na sala de espera do hospital durante todo o dia e toda a noite. Lembro-me quando um enfermeiro me tentou dar um calmante, a mim e aos meus pais, mas eu disse que estava bem, e que não queria nada! Chorei tanto nesse dia…
-Oh meu deus, nem sei o que posso dizer!
– Sónia estava tão… Chocada com o que ouvia, nunca pensou que Taylor poderia ter uma historia destas!
-Bem, durante o dia podemos visitar a Taylor muitas vezes, e numa das visitas que eu lhe fiz lembro-me que ela pegou-me nas mãos e as levou ao seu coração. Podes achar louco o que vou dizer, mas é verdade… Bem, nesse momento poderia jurar que ela me estava a passar tudo o que era dela para mim, senti mesmo isso! E ela disse-me: “Cuida de tudo como se fosses eu… O meu filho será o “teu” filho, cuida bem dele… E cuida de tudo o que é meu, vai passar tudo a ser teu… A minha viola está lá fora, por favor vai buscá-la, e trata-a bem! Por favor!”
Neste momento já Sónia chorava com Taylor:
-E… Vais-me dizer que no final nisso tudo não havia viola!?
-Estás muito enganada… A viola que uso é a tal! E a que a minha irmã me deixou, vai ser sempre a minha preferida, e a minha melhor amiga!
-Fogo miúda que historia…
-Há e antes de perguntar… O Cam era irmão do marido da Taylor, ou seja nunca tivemos nada um com o outro! E o bebé sabe disso, ele sabe de tudo! E desde sempre que lhe contámos tudo sobre a mãe e o pai… Mas a verdade é que eu e o Cam uma vez curtimos… Mas é passado!
-Fogo!!!!

******************L.A*******************
Acabara de tocar para o intervalo, os alunos saíram todos das salas, mas Ashley deixou-se ficar. Pousou a cabeça sobre a mesa e sobre os seus braços, e deixou-se estar.
-Ash que fazes aqui sozinha?! – Era Zac que tinha ido á sala buscar o seu telemóvel. Naquele momento ouviu-se Ash a chorar – Ashley estás a chorar?! – Zac foi até ela e baixou-se, ficando de joelhos e acariciando os cabelos dela. – Que se passou?!
-Nada, deixa-me em paz! Não te preocupes comigo…
- Ash pegou nas suas coisas e saiu a correr!
-Fogo, está tudo doido?! – Zac continuou o que queria fazer e foi buscar o telemóvel. Olhou para o ecrã e nada, nem sinal de Sónia! – Como estará tudo por esses lados? – Perguntava-se ele.

*****************************
-Então isso quer dizer que és como eu? – Perguntava Inês enquanto estavam sentados sobre uns pedregulhos que aviam atrás do colégio.
-Sim, acho que sim!
-Mas e então porque é que não te juntas-te a nós? Dizendo melhor, porque é que não te juntas a nós?
Robert olhou para o céu e depois sorriu:
-Nunca tinha pensado nisso! Sabes em Londres, quer dizer em Volterra…
-Tu já tiveste em Volterra?
-Sim, já vivi com os Volturi durante uns anos!
-Com os Volturi?! A serio?
– Robert respondeu-lhe apenas com um acenar de cabeça – O Charlie e os meus pais também viveram com eles durante uns tempos… Mas depois a minha mãe ainda não era vampira e ficou grávida de mim, por isso tivemos de vir embora!
-Pois, eles têm regras a que nos fazem cumprir… Se nós fazemos algo de mal, era uma vez!
-Sim, por exemplo os meus pais…
-Sim, os teus pais e os Cullen tinham de vos transformar antes dos 18 anos se não morriam ou vocês ou eles! Eu conheço a vossa história!
-Conheces?
-Claro que sim, são muito famosas entre o nosso mundo! Até porque tu e ela são princesas…
-Não gostamos muito dessa ideia!
– Disse Inês fazendo uma careta. – Mas continua, continua por favor! – E assim ficaram durante um tempo a falar da vida de ambos.

********************************
Nick estava sentado no jardim com a sua guitarra, esperava estar sozinho mas alguém lhe beijou o pescoço.
-Humm que bom! – Era Miley.
-Então e se não fosse eu?!
-Eu conheço bem os teus lábios!
– Nick beijou-a.
-Amo-te! – Disseram em coro. Ela sentou-se ao colo dele, e ficaram a namorar – Então onde vais passar este ano o Natal?
-Não sei… Os meus pais querem ir este ano passar o Natal com a família que temos no Texas…
-Texas?!
-Sim, bem… Então e tu… Vais para o Tennessee?!
-Sim, em principio… Os meus pais já andam a preparar o Natal há muito tempo, acho que o começam a preparar logo no Verão! Nashville é a minha cidade Natal, por isso é muito normal que vá para lá este ano!
-Hum… Então parece que vamos passar o Natal separados!
– Disse ele um pouco tristinho.
-Podemos não estar juntos formalmente, mas em pensamento estamos sempre juntos! – Disse Miley abraçando-o.

**************************************
O tempo foi passando, muito rápido… (Desculpem mas queria mesmo avançar no tempo para fazer o Natal e o Ano Novo!) Faltavam apenas umas semanas para o Natal, faltava apenas 1 semana para ser mais directa! Em Londres, afinal tudo tinha corrido ás mil maravilhas, até porque a apresentação inicial do ano correu muito bem, a Sílvia e as miúdas safaram-se! Agora era tempo de fazer as compras de Natal!
*****************Londres******************
-Então Dani o que me vais dar?! – Perguntava Sónia a Daniela enquanto almoçavam num típico restaurante Londrino. Daniela riu e comeu mais um pouco do seu prato, um dos seus favoritos por sinal.
-Bem, o que queres?
-Não sei… Eu AMO presentes, mas nesta época o que interessa é estar com as pessoas de quem gostamos!
-Então isso quer dizer que vamos para L.A?
-Pois, talvez… Mas a Ashley queria vir para cá!
-Achas?! Ela disse aquilo de cabeça quente… De certeza que fica lá, ou então vai para a sua cidade Natal!
-Pois! Mas mesmo assim quero falar com ela primeiro! Talvez lhe ligue logo á noite… Mas agora… - Sónia bebeu as últimas gotas do seu chocolate quente e comeu o resto do seu almoço – Vamos ás compras!
-Claro! – Daniela fez o mesmo que Sónia e foi pagar. Voltou para ir buscar o casaco, as luvas, o gorro e o cachecol e depois saíram as duas para as ruas de Londres.

*************************************
-Por hoje já chega! – Sílvia e as suas amigas chearleadrs estavam a treinar já muito depois da hora de saída das suas turmas.
-Uff… Hoje demolhes muito! – Disse uma delas enquanto se sentava.
-Sim, eu sei… Bem, ainda não tive tempo de vos dizer que fomos um espanto, e que fiquei muito orgulhosa por ser a vossa líder e por fazer parte desta grande equipa que somos!
Todas bateram palmas, e começaram a fazer aquelas coisas de “somos as maiores”!
-Mas isso vêm a propósito de…
-Da vossa excelente actuação no inicio deste ano! É que já estamos no final do período e ainda não tive a oportunidade de vos dar os parabéns! Por isso estou a dá-los agora! Parabéns meninas!
– Mais uma vez todas aplaudiram. – Bem, vamos de férias… E isso quer dizer que só vem aos treinos quem quer, e quem pode!
-Eu vou de férias para Paris!
-Eu vou de férias para Sidney!
– E assim começaram as desculpas! Elas poderiam amar aquilo mas, tinham outros privilégios nas férias do que irem para a escola!
-Hum, era o que eu pensava!
-De certeza que este ano também tens planos… Não é verdade?!
-Bem…
- Na verdade Sílvia nem um plano tinha, a verdade é que o pai ainda não lhe tinha falado em nada, e a mãe muito menos! O mais provável era passar as férias e o Natal sozinha em casa com a empregada! – Na verdade…
-Ela irá comigo para Portugal!
– Paulo tinha acabado de chegar! Beijou-a e colocou-lhe uma mão na cintura, abraçando-a. Vinha das aulas de canto que tinham demorado mais uns minutos, e por isso só agora tinha saído, só agora poderia dizer que estava de férias!
-Ouhhh… - Começaram as outras a gozar e a mandar risinhos de gozo para os dois! – Férias as dois! Cuidado meninos! – Disseram elas levantando-se á pressa e ao irem para os balneários!
-Calem-se! – Respondeu Sílvia mandando as toalhas compra elas que estavam a sair pelas portas do ginásio e a rir-se! – Então bem… Isso é verdade?! – Perguntou ela a Paulo já quando só estavam os dois.
-Não, desculpa! – Respondeu ele fazendo o sorriso de Sílvia desaparecer. – Mas se quiseres posso pedir aos meus pais, e de certeza que ninguém se irá importar! É que mais uma, ou menos uma não fará a diferença! Bem, és a minha namorada, e eles já te conhecem… A minha irmã adora-te, por isso!
-Oh, deixa lá isso! Não me irei meter entre vocês!
Estavam a olhar-se, quando um telemóvel começa a tocar:
-Deve de ser o meu pai a dizer que iremos para as Caraíbas, ou algo do género… - Sílvia estava á procura do telemóvel.
-Sílvie na verdade, é o meu!
-Ah, pois… Eu sabia!
– Sílvia sentou-se nas bancadas, enquanto Paulo via o visor do telemóvel.
-É a minha mãe! Vou atender… Volto já! – Beijou a Sílvia e depois saiu a correr!
-Primeiro ano a festejar sozinha… Só espero que a Daniela e a Sónia não se vão embora!

1 Semana Depois
*******************L.A********************
Em Los Angeles, era agora manhã… O colégio iria ter uma grande festa de final de período, uma grande festa de Natal… E todos estavam a ajudar! Quando digo todos, eram mesmo todos…
-Ashley passa-me essa bola! – Pedia uma empregada a Ash, mas esta nem ouvia nada! Não, não estava a ouvir música, mas sim a pensar no que iria fazer! – Ash…
-Hãn?! Desculpe…
- Pegou na bola e foi dá-la á empregada que estava em cima da escada a fazer a árvore de Natal gigante do colégio.
-A menina Tisdale anda muito estranha ultimamente!
-Isso não é verdade!
-É sim, a menina é da Associação de Estudantes desde que para cá veio com os seus amigos, lá por faltar aqui uma amiga sua não quer dizer que tenha de ficar triste! Pense que ela está a seguir o seu sonho, até porque tem a irmã dela por perto!
-Não, não tenho!
-Desculpe?!
-Pensava que a tinha, mas isso mudou!
– Ashley tentou sorrir, e saiu para o refeitório, onde estavam todos muito atarefados a tentar preparar tudo para o jantar que iriam ter há noite! Sentou-se e ficou a pensar na sua vida de á umas semanas para cá.

**************************************
-É bom estarmos finalmente bem! – Dizia Robert ao beijar Inês enquanto ambos estavam sentados no cimo do telhado do colégio.
-Sim, é bom! – Ela estava distante.
-Hey que foi? Vais estar com a tua família, a tua irmã vai passar as férias a casa… Que mais podes crer?! Tens-me a mim… - Disse ele dando-lhe um pequeno encontrão.
-Pois… Mas não é só isso! A Ashley ainda não me fala! – Robert afastou-se um pouco dela.
-A culpa é toda minha! Deveria de saber controlar mais os meus sentimentos!
-Não, não faz mal! Bem, temos de ir ajudar o pessoal… Devem de estar a precisar da nossa ajuda!
-’Bora lá!
– Disse Robert levantando-se e ajudando Inês e levantar-se. Ambos saltaram para cima de uma árvore, e depois então é que desceram para o chão e foram ajudar os outros.

****************Londres*******************
Enquanto em Los Angeles todos ajudavam a montar as coisas para a noite de Natal, em Londres Sónia e Daniela faziam as malas. Iram passar as férias em L.A com a família…
-Daniela não queres mesmo ir a Portugal primeiro?!
-Eu gostava…
- Daniela, como sabem, é portuguesa e tem a família lá. Ela adoraria ir a Portugal, mas teria de deixar Sónia o que não poderia acontecer, visto que tinha-se comprometido a cuidar dela como se fosse sua irmã ou… Bem, filha?! – Mas não te vou deixar sozinha!
-Miúda… Se formos agora apanhar o primeiro avião para Portugal conseguimos passar lá ainda o resto do dia, e amanhã ou isso vamos então para Los Angeles!
– Sónia foi até ao seu Iphone. – Vamos, temos avião dentro de 10 minutos!
-Han?!
– Perguntava Dani confusa. – O que foste fazer?!
-É fácil quando se tem influencia no meu mundo! Arranjei 2 bilhetes para o próximo avião para Portugal, que parte daqui a 10 minutos, não… Daqui a 9 minutos e 40 segundos, e por isso temos de ir!
– Sónia agarrou nas malas, e mandou a chave do carro de Daniela para cima da outra. – Conduz rápido, eu levo as malas! – Quando já estavam no carro, Daniela lembra-se de alguma coisa e travou a fundo. – Fogo que foi agora?! Faltam 5 minutos, e o aeroporto não fica já ali ao virar da esquina!
-A Sílvia?!
-Que tem?
-Não lhe dissemos nada, ela pensava que nós só iríamos de madrugada apanhar o avião e era directamente para a América!
-Epah, deixa isso… Dizemos pelo telemóvel!
– E assim foram.

****************************
-Tens a certeza que não queres ir comigo? – Perguntava mais uma vez Paulo enquanto Sílvia abria a porta.
-Tenho, sim… Fico com elas! – Quando finalmente se sentaram no sofá, Sílvia foi buscar algo para comerem, e nem sinal das outras duas havia. – Não acredito!
-Que foi?!
– Paulo aceitou a bebia e a comida que Sílvia trazia e ela sentou-se ao seu lado. – Não estão em casa?
-Esqueci-me que elas iriam para L.A! Mas espera lá… Elas só iriam esta madrugada, e ainda não é bem madrugada! – Assim que ela disse isto, o telefone de casa começa a tocar. – Estou?!
-Sílvia, sou eu a Sónia… Olha era só para avisar que nós antes de irmos para Los Angeles vamos fazer um desvio e vamos a Portugal…
-É o que? Não poderiam ter avisado mais cedo? Agora vou ficar sozinha…
-Não vais nada… Tens o Paulo!
-Ele também vai para…
- Ouviu-se um barulho estranho do outro lado da linha - … Sónia ainda aí estás?!
-Sim, era a avisar que o meu avião vai partir agora! Bem, beijos… Bom Natal e vemo-nos em 2011!
– Sónia desligou e Sílvia pousou o auscultador.
-Achas que a tua proposta de ir contigo para Portugal ainda está em pé?!
Paulo sorriu e mandou-a para cima do sofá!

*************************************
-Pronto menos um problema… - Dizia Sónia enquanto passava no detector antes de ir para o avião.
-Menos dois, diz antes assim! – Daniela estava com um mega sorriso. – Obrigado! Isto foi o melhor que me poderias ter feito… Nem sabes as saudades que tenho deles!
-Mas eu não fiz na…
- Nem conseguiu acabar a frase visto que Daniela “saltou” para cima dela, num abraço muito apertado! – OH GOD… U ARE CRAZY! – Disse Sónia fazendo que estava a morrer com falta de ar.

*****************L.A*****************
Robert e Inês já tinham estado a ajudar em todo o lado, menos no refeitório… Por isso era altura de irei lá!
-Ashley, vêm cá miúda… - Ouviu-se ecoar em todo o colégio.
-Diga… - Esta foi a única maneira de Ash não dar de caras com o Rob e com a Inês. O encontro entre estes três só se iria dar na festa, o que poderia ser melhor! Ou até talvez pior… Quem sabe!

***********************
Zac estava no seu quarto, fechado, com as luzes apagadas e com tudo escuro… Estava a mandar uma bola de basket ao tecto, enquanto estava deitado na cama onde já tinha passado bons momentos com a namorada…
-Porque é que não me dizes nada? Há quase uma semana que não sei nada de ti… Será assim tão complicado ligares-me?! – Com a raiva que este tinha mandou a bola desta vez com toda a força contra a porta.
-Hey… Vê lá se me queres matar! – Era Ash.
-Ashley?! – Levantou-se e arranjou o cabelo, lembrou-se que estava sem camisa e vestiu-a á pressa – Desculpa lá girl!
Ash riu enquanto fechou a porta e foi sentar-se na cama dele:
-Não era preciso ficares assim! Até parece que não te vi já sem camisa milhares de vezes!
-Pois…
- Zac sentou-se ao lado dela. – Tens andado muito tristinha, que se passa?
-Até parece que tu não andas!
– Resmungou Ashley.
-Mas eu sou diferente… Que se passa contigo loirinha!
-Bem, o Robert e a Inês namoram!
-Ya, já os vi agarrados! Isso é bom, não?!
-Até poderia ser melhor, se não fosse terem-me traído!
-Como assim?!
– Ashley explicou-lhe tudo, desde o primeiro minuto que conheceu Robert, até agora… E contou-lhe também quando ela “curtia” com ele, e ele curtia com Inês ao mesmo tempo! – Que %&#$…
-ZAC! OLHA OS PALAVRÕES!!
-Desculpa, mas gajos desses só me fazem mal á cabeça! Como é que tu curtiste com um gajo assim?!
-Curtir, esse já é normal na minha vida! Diz antes como é que me apaixonei por um gajo assim!
-Tu não me vais dizer que…
-Sim Zac… O meu coração pregou-me uma partida!

*********************Portugal*********************
Daniela assim que saiu do avião um sorriso soltou-se no seu rosto:
-É tão bom estar de volta! – Disse enquanto corria para ir buscar as malas.
-Já sentia falta deste cheiro! – Pensou Sónia. Ela já tinha estado durante uns aninhos em Portugal, até se lembrava mais ou menos de como era tudo, mas pronto… Sente-se sempre falta do que se perde!
-Vens ou não?! – Gritou-lhe Daniela já de dentro do aeroporto.
-Fogo calma…

*******
Quando Daniela abriu a porta de casa da família:
-OLÁ FAMILY! – Gritou ela enquanto sentia o cheiro vindo da cozinha.
-Daniela?! – Os pais correram para ela e deram-lhe um mega abraço… - Que fazes aqui? Não nos avisas-te que virias passar aqui o Natal!
-Pois, foi uma surpresa da minha “filha” Sónia!
-FILHA?!
– Disseram os pais incrédulos.
-Calma, calma… - Daniela desmanchou-se a rir, e chamou Sónia – É apenas uma das minhas melhores amigas… Sónia Montez!
-Há… Olá querida!
-Humm, há… Bem… Olá!
– Cumprimentou Sónia, muito envergonhada e mostrando os lindos dentes branquíssimos que tinha.
-Não fiques assim querida… Aqui és da família! – A mãe da Dani parecia ser muito querida, até a abraçou logo.
-Venham… Estamos a acabar de fazer o jantar de Natal! – Disse desta vez o padrasto dela. E assim foram, mas elas as duas foram para o antigo quarto de Dani colocar as malas lá. Ainda iriam passar lá a noite de Natal e talvez um pouco do dia de Natal, dizendo melhor iriam lá ficar até apanharem o avião para L.A, que seria ás 13H do dia de Natal!
-Oh Dani, olha lá...
-Diz querida!
-Tu não és judia?
-Sim, sou… Mas a minha família troca prendas e jantamos todos juntos nesta época!
-Há, ok…
- E continuaram a falar enquanto desciam de novo para perto dos familiares de Daniela.

*******************L.A********************
-A Sónia só virá amanhã á noite… - Dizia Isabella, a mãe das manas Montez, aos restantes que estavam na sala dos Cullen.
-Oh, então?!
-Bem, ela quis dar uma prenda muito especial á Daniela e fizeram uma viagem até Portugal!
-Há, que fofas! Elas são tão queridas juntas… Parecem irmãs! Tem um grande coração!
-Sim, é pena é a mais nova não saber onde se mete!
– Ripostou Carlisle.
-Ainda estás assim porque a miúda se cortou?!
-E achas pouco? Ela, para além de quase se ter matado, poderia ter exposto o nosso segredo!
-Pois, mas todos nós temos um momento mau… E esse foi o dela! Já todos nós a desculpa-mos, faltas só tu!
-A nossa filha merece uma segunda oportunidade!
– Disse desta vez Thomas.
-O que ela fez quase que não tem perdão… Deveria de pensar mais no que faz!

**********************************
Era a festa de Natal… Todos estavam muito felizes, muito bem vestidos, muito elegantes, muito tudo! Os pares iam descendo a escada, todos muito felizes, muito carinhosos… E muito animados! Mas Ashley estava sentada nas escadas no lado de fora do colégio, a olhar para o céu. Estava linda, como já vinha sendo habitual, mas tinha um certo brilho… Um brilho muito marcante! E não, não era das purpurinas que ela tinha colocado em todo corpo.
-Miúda… Tu, estás… Maravilhosa! – Era Zac que andava á procura dela.
-Oh Zac… Obrigada! Mas não, tu é que estás sensacional… Nunca te tinha visto tão… - Zac dá uma voltinha - … Uau!
-Obrigado…
- Zac estendeu-lhe uma mão – Dá-me a honra de ser a minha companheira durante esta noite de Natal? – Ash sorriu.

******************************************
Olá Olá!!! E BOM ANO NOVO!!!!!!!!
Lol… Tudo bem?! Espero que sim… Eu estou nas nuvens… Sabem porque? Sabem, sabem?! Bem, acho que não… Também não devem querer saber… Lol, mas eu conto á mesma! FINALMENTE GANHEI O MEU IPOD!!! (ALELUIA) Ai ai… Quando soube que o ía receber fique :O Lol
De resto, ganhei roupa, money, muitos chocolates… E a confirmação que já esperava há muito:
-Tenho ordem de ir para Lisboa daqui a um aninho ou isso… Uppy… E tenho ordem de ir para L.A quando for mais velhinha :( Pode parecer estúpido, mas já esperava por isto á bue tempo!
E bem… Sobre outra coisa… Agora é que ando a ouvir BEM o CD Speak Now da Tay e o A Year Without Rain da Selly, e bem… Estou viciada, completamente… Até a minha mãe já sabe algumas musicas! :p Estou viciada na Enchanted da Tay… É tão linda! :) E na Better Than Revenge, isto sim é musica! Para além das miúdas estou viciada também no mais novo CD de um gajo chamado Justin Bieber! Conhecem?! Lol
Então e vocês? Ganharam muitas prendinhas?! Espero que sim, e espero que estejam tão felizes como eu!
Sabem, agora isto sim vai parecer estranho, mas AMO ver o Voçê Na TV! Lol... São mega divertidos, gostava de os conhecer :) Farto-me de rir com eles! Ahahaha

E agora sobre a fic:
-Obrigado pelos comentários… Sonya miúda andavas tão desaparecida, mas “brindaste-me” logo com dois comentários… Lol Obrigado, je t’adore! E quero outro, ok?! Há e sim, acertaste na pergunta do outro dia! :P
-Bem, como acham que vai correr a noite do Colégio em L.A?!
-E a noite em Portugal?!
-E quando Sónia der de caras de novo com Zac? Como será o encontro? Ai ai… Estou anciosa por isto!
-Ash irá aceitar o convite de Zac?
-Ash e Inês iram falar e ver-se durante a noite?
-Como acham que vai ser o Natal e o Ano Novo deles?
-Quais são as vossas partes favoritas?! E as personagens?!
-Quero que me digam estas coisas, e mais se quiserem para eu fazer uma “sondagem” de final de ano!
Bem, acho que já está tudo… Agora bem, sobre o próximo capitulo?! Querem uma frasezinha?!
“-Esquece… Está tudo bem! Tu estás feliz com ele, e isso é o que importa! Sejam felizes!"
Quem acham que diz isto?!
Esta é muito facil…

As fotos deixo voces imaginarem nas cenas! :P
Bem, agora vou indo! Desculpem o incomodo que vos dei este ano :P
Foi a última vez que vos chateei… Calma, só este ano! :P
Bem até para o ano… Quero muitos comentários… Muitos muitos :P

Vocês sabem que me adoram
XoXo Gossip Sónia

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Capitulo 54

********************Londres*******************
-OMG! – Pensou Sónia para si mesma – Aquela é a Taylor Swift!? A “minha” Tay?! – Disse ao reparar numa rapariga loira mesmo igualzinha á Taylor, e sim, era ela! Mas… - Não pode ser! – Ela andava de mãos dadas com um homem, rapaz, sei lá, uma pessoa do sexo masculino, e traziam um menino pequeno, talvez com os seus 3 ou 2 anos. Sónia achou tudo muito estranho. Tinha duas hipóteses:
1ª:
Corria atrás deles, apesar de já estarem muito longe, e poderia perceber tudo, ou nem por isso, e até mesmo poderia perder a amizade dela, e por último, poderia deitar mais uma vez o segredo por “água abaixo”.
Ou 2ª:
Poderia ir para a escola, esperar por a encontrar, e falar com ela. Poderia ser que ela lhe conta-se tudo! Quem sabe!
-Bem, a segunda é melhor! Apesar da primeira ser muito mais interessante!
– Disse para si mesma a rir. Um miúdo de skate passou por ela e parou ao vê-la a falar sozinha. Sónia olhou-o:
-Buh!
– Disse ela. O miúdo do skate até caiu, mas assim que se levantou foi de novo a correr pelo seu caminho. Sónia começou a rir, ela tinha metido os seus olhos vermelhos, mas agora já tinham voltado a ficar azuis (Sim, estão azuis por causa que ela está com frio! xD). Voltou o caminho em direcção ao colégio.
*****************L.A******************
-Eu sei quem tu és! – Robert deixou Inês muito confusa com o que ele dissera… - Vampira! – Inês engoliu em seco, mas não mostrou parte fraca.
-Como o sabes?!
-Há quer dizer que não o vais desmentir?
-Para que? Não sou como tu, quando descobrem alguma coisa que é verdade não tenho por hobby mentir!
-Pois… Eu sei porque eu próprio o sou!
-Tu o que?
– Perguntava Inês incrédula com o que acabara de ouvir!
*************************
O Iphone de alguém estava a tocar entre os vidros e coisas partidas que haviam pelo chão! Já essa pessoa estava a fazer as malas…
-Cala-te!
– Gritou ela mandando um sapato de salto contra o aparelho que tocava á já uns minutos.
“I don't mind spending everyday
Out on your corner in the pouring rain
Look for the girl with the broken smile
Ask her if she wants to stay awhile
And she will be loved”
-Mas ainda não te calaste? – Ashley correu para ver quem era. – Tou?! – Disse com voz furiosa.
-Hey… Desculpa lá, sim?!
Ash não resistiu e riu-se:
-Só tu para me meteres a rir agora!
-Claro… Sou a tua BFF e isso vale tudo!
– Era Sónia, ou seja a irmã da pessoa que a tinha traído!
-É pena não serem ambas assim!
– Disse Ash baixo.
-Desculpa? Que se passa com a Inês?
-Não me fales nessa…
-Ashley Tisdale!
– Gritou Sónia do outro lado! – É minha irmã… E eu amo-a!
-Aiii… Desculpa! Mas se soubesses!
-Então conta-me, não?!
-Pois…
- Ashley contou a história do beijo entre Inês e Robert, mas contou só o que viu, ou seja não disse praticamente o que deveria dizer –
E então? Tenho ou não razões para estar zangada?
-Por acaso… Tens a certeza que isso aconteceu assim?
-Claro que sim! Eu vi!
-Pois… Eu cá acho que não! Mas pronto… Fala com ela… A Sós!
-Não consigo! Eu neste momento nem sorrir consigo!
– Ashley começou a chorar, e mandou-se para cima da cama…
-Best não te esqueças que a vida pode te dar mil motivos para te deixar mal, mas ainda te dá um milhão para sorrir.
Nesse momento Ash sabia que era lá que deveria de estar, com a sua melhor amiga de sempre!
-Estou a fazer as malas!
-É o que? Estás doida?!
-Não… Irei ter contigo amanhã!
-Não, não faças isso!
-Porque?
-Fala com ela, vais perceber o erro que estás a cometer!
-Mas o erro que estou a cometer é não ir agora já, neste momento ter contigo!
-Ashley por favor… Ouve-me com toda a tua atenção!
– Pediu Sónia tentando usar os seus poderes via telefónica – Tu não podes vir! Espera apenas mais uns meses… Até ás férias de Natal! Depois virás ter comigo!
-Até ás Férias?!
– Ash suspirou –
Ainda falta um período de aulas… Ou seja uns meses… Isso é muito!
-Acredita que não é nada muito!
– Sónia sabia que a eternidade era mais do que um período de aulas, ela poderia pensar isso, e por momentos desejava que Ash e muitos outros soubessem tudo sobre ela.
-Então ok! Irei esperar! Mas vou ter contigo no primeiro dia de férias!
-E aqui te vou esperar! Bem agora tenho de ir!
-Hey… Só mais uma coisa! Porque me ligaste?
-Não sei… Apeteceu-me! Beijos, adoro-te!
-Eu também princesa!
– Sónia desligou e Ash foi desfazer as malas que já tinha feito. Sem querer deixou cair uma moldura, foi apanhá-la e reparou na foto! –
Éramos tão felizes! O que mudou? Bem, a minha cor de cabelo… Sim, isso! E o corpo de todos também! O Zac está mais lindo! E as mãos da Van e do Zac já não estão dadas… Já as manas estão iguais! – Pensava ela ao ver a foto! Era a primeira foto que tinham tirado todos juntos… A primeira de muitas fotos desde que são amigos! A primeira que mostrava o sentimento que os iria unir durante muito tempo, para sempre…
Estava ela muito concentrada quando a campainha toca!
-FOGO! – Gritou ao assustar-se. –
Já é a segunda vez que isto me acontece hoje! – Foi buscar os livros, e foi para a aula. O professor de Matemática ainda iria demorar uns minutos, encostou-se á parede e folheou o livro que tinha na mão. Tinham um problema para resolver, e ela não o tinha feito! Pegou num lápis e resolveu em segundos!
-Ash entra lá!
– Dizia um colega de turma dela. A primeira coisa em que ela reparou foi que Inês não estava na sala! Provavelmente estaria com Robert… Provavelmente estariam num momento feliz, provavelmente nunca mais se iriam falar!
“-Fala com ela, vais perceber o erro que estás a cometer!”
– As palavras de Sónia estavam a ecoar na sua mente, que foi interrompida por um papel a esvoaçar e a cair directamente em cima da sua mesa. Era de Zac que a estava a acordar.
****************************************
-Porque não me disseste isso antes? Porque não…
-Porque não tinha a certeza do que eras!
-Agora sim percebo o porque de estares sempre lá quando precisava, e aquela presença estranha não humana que a minha família descobriu aqui eras tu!
-Sim, é verdade!
– Robert sentou-se em cima de uma pedra que estava no jardim da parte de trás do colégio – Já estás mais calma?!
-Nunca estive alterada… Mas sim, agora percebo tudo melhor!
-Ainda bem!
– Robert usou os seus poderes para chegar rapidamente aos lábios de Inês e beijou-a – Tenho esperado tanto tempo por ti!
-Conta-me a tua história!
– Pediu Inês abraçando-o. –
Por favor!
*********************Londres*********************
-E um, dois, um, dois, três, quatro! – Sílvia tentava treinar as cheerleaders, a apresentação iria ser daí a 20 minutos, e apesar de elas já estarem completamente preparadas, ou seja já estavam prontas, Sílvia tinha a sensação que ainda faltava algo, por isso já iam na milésima vez que treinavam aquela coreografia. – Boa! – Disse ela no final do treino ao contemplar a esplêndida torre que tinha construído… - Agora podem ir beber alguma coisa… Voltaremos a treiná-la uma última vez antes de irmos para o campo!
-Sim chefe!
– Disseram todos enquanto desciam dos seus lugares, e iam buscar umas toalhas e umas garrafas de água.
-Não achas que estás a exigir muito deles?!
– Perguntava Paulo que estava na primeira fila da bancada do pavilhão onde treinava a claque. Apesar de estar quase a dormir, estava acompanhado pela sua guitarra, a sua fiel amiga, e estava lá para perceber se Sílvia estava bem ou nem por isso!
-Achas?!
– Sílvia saltou por cima da bancada e sentou-se ao lado dele. – Eu cá acho que estou a ser branda de mais, a treinadora ainda não voltou de férias… Provavelmente voltará para a semana, e eu, como chefe de claque, tenho de mantê-los em forma! – Sílvia beijou-o, e sorriu – Não te preocupes! Sei o que faço!
-Eu sei bem disso… Mas lembra-te, isto ainda é o inicio do ano, vais precisar muito dessas energias para o resto dos dias!
-Eu sei! E…
- Sílvia olhou para o relógio que estava na parede do pavilhão –
ÚLTIMO TREINO! – Gritou para chamar os outros, Paulo sorriu, e Sílvia fez o mesmo! – Adoro-te muito!
-E eu a ti!
– Sílvia desceu desta vez as escadas e enquanto se dirigia para o centro do pavilhão, Paulo gritou-lhe – Vou comer alguma coisa! Se não voltar a ver-te antes das apresentações… Boa sorte! – Sílvia mandou-lhe um beijo, e assim lá foi ele com a guitarra nas mãos.
**********************************
Sónia On
Já faz alguns meses e ainda não sei dizer o que é exactamente! Só sei que o amo perdidamente, apesar de ele estar a milhares de quilómetros de distancia de mim. Neste momento era capaz de deixar tudo e correr até ele, sim porque se fosse agora para o aeroporto a Dani só iria dar pela minha falta mais á tarde quando fosse á apresentação, e talvez nesse momento eu e ele já estivéssemos numa ilha muito distante de todo o mundo! Quem sabe se assim não iríamos ser mais felizes?!
-Olá!
-Haaaa!
– Calma Sónia, que foi isto agora?!
-Fogo nunca mais me meto contigo!
– Era a Taylor, a minha Swifty! Hey… Espera lá! Eu não tinha uma cena para falar com ela?
-Desculpa lá Tay, mas estava tão entretida nos meus pensamentos que me deixei levar para outro mundo!
-Eu reparei! Vais para onde?
-Estava a pensar ir até ao bar do colégio…
- Pergunta-lhe Sónia. – Queres vir comigo?
-Pode ser…
- Taylor agarrou na viola que trazia, e eu reparei que ela não estava assim muito… Não sei explicar… Ela estava normal, nem parece que tinha medo que descobrissem que ela era… “Mãe”! –
Depois podemos ir cantar um pouco antes das apresentações! Que achas?
-Ok…
- Demoramos uns minutos a chegar ao bar, mas quando lá chegamos fomos rapidamente atendidas. O colégio estava completamente cheio. Se fosse sempre assim então iria ter grandes problemas! Sentamo-nos as duas, eu fiquei de frente para ela a remexer nas cordas da sua guitarra, pois acabara de comer depressa de mais.
-Então, pronta para começar?!
-Sempre…
- Fomos conversando, até que eu - … Tay se eu te fizer uma pergunta muito séria tu vais responder-me com a verdade?!
-Claro que sim pequena! Porque não o haveria de fazer?!
-Então é assim… Tu tens um filho?
– Assim que disse isto arrependi-me completamente, ela estava a beber leite com chocolate e só dei por ela a fazer repuxo contra a minha blusa… Depois começou-se a rir.
-Estás doida?!
-Não…
- Ela deu-me uns lenços de papel, e eu comecei a limpar a minha camisa, ainda bem que não foi para o casaco – Eu vi-te esta manhã!
-Viste? Então também deves ter visto o Cam!?
-Cam?
– Tentei visualizar o rapaz de novo, e… não podia ser! –
Era o professor Cam! O namorado da Anne!
-Não são namorados… Já foram! Mas a Anne descobriu tudo!
-Tudo o que?!
– Olhei-a com um olhar muito divertido a seu ver!

-Bem, eu tinha uma irmã! – Ela começou com os olhos a brilhar muito, e respirou fundo – Mas numa noite, os meus pais receberam uma chamada e o mundo deu uma grande volta! A minha irmã chamava-se Taylor, como eu, era linda, magnifica, sabia cantar, tocar viola, tirou o curso muito antes dos seus colegas de turma, agora estava em Londres a dar aulas de música no mesmo colégio em que agora andamos! Era a filha, a irmã, a namorada, a amiga, dizendo melhor, era a pessoa perfeita! Era o meu idolo! Até que os meus pais receberam a tal chamada, e tudo mudou!
-Ela meteu-se em algum problema?! Engravidou, não é verdade?
-Não, ela sabia que estava grávida muito antes disso, e os meus pais estavam histéricos por irem ser avós!
-Então…?
– Eu estava tão integrada na história que a queria ouvir até ao fim.
-Calma, deixa-me respirar!
– Disse tentando sorrir. – Então a chamada era de um hospital!
Sónia Off
****************************************************
Olá Olá!!! Bom Natal!!!!! Então Tudo bem?! Espero que sim… Ouvi dizer que umas meninas queriam um novo capitulo, e aqui está! Espero que tenham gostado… Tentei fazer o meu melhor! Espero que agora tenha muitos comentários daqueles que amo, daqueles “gigantes”, lindos, e com cenas construtivas onde dão a vossa opinião! Pode ser?! (É a minha prenda de Natal do Blog)
Bem, tenho andado a tentar fazer um novo cabeçalho para o blog, e bem tenho muitas ideias! Já fiz mais uns quantos vídeos, e acho que estão o máximo! Mas não sei se devo ou não publicar! Que acham?
Sobre a Fic:
-Então que estão a achar da nova temporada?
-Já estão fartos? Eu não…
-Gostaria que divulgassem o blog, pode ser?
E perguntas, querem?
Aqui vai:
-Irá Robert mentir ou fazer alguma coisa a Inês?! Será mesmo verdade que ele é vampiro, ou será apenas uma armadilha para apanhar a família das manas?
-Sílvia irá conseguir fazer tudo como quer, ou alguém irá estragar a apresentação?
-E Tay?! O que terá ela a ver com Cam e a tal criança?
-Sónia e Zac?! Ficaram eles bem já que já passaram uns certos dias depois da despedida deles e depois de ela ter conhecido outras pessoas!
-Inês e Ashley irão voltar a ser amigas?! Conseguirá Ash perdoar uma traição?
Agora sobre o Natal, não sei se irei e se merecem um capitulo especial de Natal, pensava que este irá ser o especial, mas não sei! E sobre as prendas?! Queria o Zac Efron, upss, isto não era para dizer… Mas agora a falar a serio, queria muitos comentários dos que gosto, e queria voltar a ter a minha maninha! :)
Sendo assim…
Beijos
Bom Natal, e Bom Ano Novo!
Vocês sabem que me adoram…
XoXo Gossip Sónia

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Capitulo 53

-Hey passaste-te? – Disse Damon enquanto se levantava do chão para onde tinha sido teletransportado. – Ouh tu de novo?
-Eu avisei-te para te afastares dela! Avisei-te no nosso primeiro encontro, e volto a dizer-te… Afasta-te da Inês!
-Robert?! – Disseram Ash e Inês ao mesmo tempo. – Era deste que te falava! – Disseram de novo em coro.
-E se eu não me quiser afastar dela? Que vais fazer? – Insistia Damon agora já completamente recuperado.
-Terei de usar de novo o que não quero usar! – Robert aproximou-se de novo dele, e colocou uma mão sobre o ombro dele. – Acho melhor despedires-te e afastares-te!
-E se não…
-Agora! – Assim que Robert disse isto, os olhos de ambos ficaram vermelhos. Damon afastou-se e parecia que ia direito ao gabinete do director. Robert assim que se virou correu até Inês e beijou-a. Ash ficou petrificada! Lentamente lágrimas começaram a escorrer pelas faces rosadas de Ashley, e a sua maquilhagem começou a “derreter” junto com as lágrimas salgadas.
-Tenho medo de um dia não conseguir chegar a tempo! – Dizia ele no final do beijo, e agarrado suavemente na face pálida de Inês. Esta estava sem reacção, tinha lido os pensamentos de Ash, sabia o que ela estava a pensar. Sabia que se sentia traida por uma das melhores amigas, sabia que se sentia traida pelo seu novo romance.
-Ashley… Isto não… - Inês tentou aproximar-se Ash, mas esta recuou.
-Não me toques! – Dizia ela colocando as mãos á sua frente como se se quisesse proteger. – Nunca mais me voltes a tocar… Traidora! – Inês naquele momento poderia jurar que tinha visto raiva na mente de Ashley, e acreditem é muito raro ver-se algum sentimento deste tipo na cabeça dela. Ash começou a correr, supostamente para o seu quarto, por onde passava batia em algo ou alguém, e nem pedia desculpas.
-Ash… Ash! – Gritava Inês, mas sem resposta.
-Não deveria ter feito isto, pois não? – Dizia Robert passando a mão sobre os cabelos.
-Acredita que se fosse noutro momento este beijo teria sido a melhor coisa do mundo! – Inês tinha os olhos brilhantes, não queria chorar, mas deixou escapar uma lágrima.
-Desculpa! – Disse ele indo abraçá-la e limpando-lhe a face.
-A culpa não é tua!
-Amo-te! – Disse ele ao ouvido de Inês.
-Mas também a amas a ela, se não, não tinham andado aos beijos… E tu nem sabes a forma de como ela falava de ti!
-Isto não é uma conversa para termos aqui! Anda… - Robert agarrou na mão de Inês e foram para fora da escola.

**************************************
Ashley tinha chegado ao quarto, trancou-se e encostou-se á porta. Chorou como nunca antes o tinha feito! Sentia raiva, sentia, tristeza, sentia tudo e mais alguma coisa! Repentinamente olhou á sua volta, e correu até á comoda que tinha encostada á parede, de baixo do espelho, tudo o que estava em cima dela foi tudo para o chão! Ash não sabia o que fazer! Por momentos poderia jurar que a vida tinha acabado! Poderia dizer que tinha morrido, ou ia morrer a qualquer momento!
*********************************
-Onde estives-te? Já deverias estar aqui… - Perguntava Selena ao ver Taylor entrar pelas portas do refeitorio. – Perdes-te a primeira aula!
-Desculpa, o meu pai chamou-me! – Disse ao beijá-la.
-Mas que se passou? Está tudo bem com ele…
-Sim, agora sim! Bem… Vamos, está prestes a tocar! – Taylor parecia que estava a esconder algo, parecia que queria fugir da namorada por uns momentos.

**********************Londres********************
Sónia estava a acordar, até porque tinha aulas daí a uns minutos! Já estava atrasada!
-Já te levantas-te?! – Perguntava Daniela do outro lado da porta.
-Sim, estou aqui…
-Vou preparar-te alguma coisa para comeres!
Assim que Daniela se foi embora, Sónia levantou-se, mas ao levantar-se quase caiu.
-Hey que é isto?! – Perguntava-se ela, mas só depois percebeu do que se tratava. Beber bebidas alcoolicas quando se é vampiro, não é muito apropriado! Levantou-se com mais calma, e foi ver-se ao espelho, tenha os olhos vermelhiçimos… Precisava rapidamente de uma boa dose do seu sumo favorito! Preparou-se e correu para a cozinha.
-Como sempre a Sílvia já se foi! – Dizia ela ao pegar numa garrafa que Daniela tinha metido lá em cima da mesa, e ao perceber que apenas uma presença humana estava dentro de casa.
-Sim, hoje estava com uma cara de felicidade… Nem te digo nada! – Daniela estava a comer uma torrada e a beber alguma coisa que misturára há pouco. – Hoje são as apresentações…
-Ya, não me apetece nada ir! – Sónia sentou-se em cima da bancada e suspirou – Tenho saudades de L.A…
-De L.A? Ou de um certo rapaz?
-Não é só dele, mas… Sim, praticularmente dele! – Disse rindo. – Por momentos sinto que estaria melhor lá… Mas por outros! Sei que não pertenço a lugar nenhum, e isso…
-Pertences sim… Pertences onde deixas o teu coração! – Disse Daniela ao morder a maçã que agora comia. – Bem, vamos lá!
-Onde vais hoje? – Perguntava Sónia indo atrás dela.
-Tenho uma entrevista! – Daniela abriu a porta e quando olharam lá para fora. – Já é Inverno! – Disseram ao ver a paisagem á frente dos seus olhos complemante branca. Correram para ir buscar os casacos e seguiram em direcções diferentes.

****************L.A******************
-É agora que me vais contar quem és? – Perguntava Inês enquanto Robert a continuava a puxar para trás da escola. Continuava sem resposta, o que a fez parar – Diz-me! – Pediu mais uma vez.
-Não há nada para saberes! Nada a não ser que te amo! – Disse ficando de frente para ela.
-Amas-me a mim e a mais quantas?! Diz-me Robert, porque na verdade já não sei quem és! – Robert olhava-a com um olhar de supresa – Na verdade já não sei por quem me apaixonei! – Inês estava a tentar ler a mente dele, mas não conseguia.
-Isso não funciona comigo!
-Hãn?
-Não tentes ler a minha mente!
-Como assim? Eu não lêio mentes!
-Já sei quem tu és… Já sei o que TU e a tua familia são!
-Do que estás a falar? Não estou a perceber… - Tentou Inês mentir.
-Não vale a pena tentares mentir Inês… E deixa-me dizer-te que esses teus poderes não resultam comigo!

********************Londres*******************
Amanhã irei falar convosco com mais calma... Agora tenho de ir!!!
Beijos Adorovos e quero mega comentarios! :P
Love U All

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Capitulo 52

-Sim… - Justin apontou para Sónia mais uma vez - Não queres dar-nos o grande gosto de ouvir a tua voz?
-É que só podem estar a gozar comigo!
– Pensou ela.
-Anda lá… Canta, canta!
– Começou Justin a puxar por ela e pelo público. Passados uns segundos já todos pediam para ela cantar.
-Anda lá miúda!
– Gritou Daniela que estava em cima de uma mesa, com uns enormes saltos altos.
- Bem…
- Sónia bebeu as últimas gotinhas que haviam no seu copo e levantou-se – Vamos lá! – Enquanto subia ao palco todos gritavam e batiam palmas.
-É assim mesmo!
– Justin mandou-lhe um microfone e foi cumprimentá-la com dois beijos – Sou o Justin, e tu…
-Sónia! Muito prazer!
-O prazer é todo meu!
– Colocaram duas cadeiras atrás deles e a guitarra de Justin –
Espero que gostes dos meus gostos musicais!
-Deixa lá ver!
– Sónia sentou-se e Justin sentou-se também pegando na viola e afinando-a. Depois deu uma folha com a letra da música que iriam cantar.
-Pode ser?
– Perguntou virando-se para ela a sorrir.
-Humm, sim, claro!
(Imaginem o Justin e a Sónia a cantar!)

*****************L.A********************
Inês Off
Esta tinha sido a primeira de muitas noites em que eu sonhara com ele… O Robert Pattinson… O rapaz que desde o ano passado estava na minha mente, e gravado no meu coração. Eram horas da primeira aula e eu estava a ir para a porta da sala com os fones nos ouvidos, como era habitual. Sim, já tinha tentado contactar com a Sónia, mas ela deveria estar a dormir! Obvio!! Bem, isso não interessa… Sentei-me no beirado da janela (P.S: Há uma janela interior em todas as salas) á espera da professora, iria ter ciências agora…
-Bom dia!
– Era a Ash… - Isto é para ti! – Passou-me um papel para a mão.
-E isto é…?
-Abre e vê!
– Não tive tempo de o abrir cá fora, tivemos de entrar. Sentei-me na típica mesa de trás, não gosto muito de dar nas vistas, e abri o caderno. Enquanto a professora falava, sobre o inicio do ano, as típicas “secas de inicio de novo ano”, eu abri o papel que a Ashley me deu. Era um convite!

“Festa Hoje Á Noite! Pavilhão do colégio… Leva um par!
E roupa de gala!
Espero por ti…
XoXo
Ass: Associação de Estudantes”
Sorri e olhei disfarçadamente para Ash, deveria de estar a desenhar um dos seus típicos vestidos ou algo parecido… Ela tem jeito para isto! Já sei que vou ter de ir às compras já na minha primeira tarde livre, não deveria usar os meus poderes, eu sei… Mas tem mesmo de ser! Logo á tarde vou usar o que posso, e tentar sair do colégio por via “aérea”!

Inês Off
A verdade é que parece que Inês não tinha lido aquilo com atenção… Pedia que leva-se um par…

********************Londres*********************
Sílvia estava com Paulo no carro dele, á porta da casa dela, tinha passado a noite um quanto, divertidos, será que é a palavra certa?
- Adorei!
-Estás a ver? Não é só a claque e a ginástica que interessa e que são divertidas… Há vida para além disso!
-Eu sei, mas… É melhor não começarmos!
– Sílvia deu-lhe um beijo e meteu a mão na porta do carro de Paulo.
– Adorei a nossa noite, mas agora já é muito tarde e tenho de ir!
-Pois, já me esquecia que tens hospedes!
– Disse ele a rir.
-Não digas isso… Elas parecem ser muito fixes, e tenho a certeza que irei dar-me bem com elas! Eu e tu, dizendo melhor!
-Pois, espero que sim!
– Paulo beijou-a sem a avisar.
-Hey, que foi isto?!
-Só queria beijar a melhor miúda do mundo!
– Paulo disse isto a gritar. De uma casa mais á frente ouviu-se alguém a gritar, possivelmente para o mandar calar. Sílvia ria e depois abraçou-o.
-Bem, já é tarde! E amanhã…
-Tenho apresentação!
– Disseram ao mesmo tempo. –
Eu sei que vives só para isso… E…
-Amo-te!
– Disse ela ao fazer-lhe uma festinha na face. –
Não te esqueças nunca disso!
-Claro que não, quem é que não me ama!
– Disse ele mostrando-se um pouco convencido.
-Parvo!
– Deram mais um longo e suave beijo – Até amanhã!
-Eu fico aqui até entrares em casa!
– Sílvia saiu e antes de entrar mandou-lhe um beijo, e ambos sorriram. Depois de Sílvia entrar, Paulo arrancou, e assim foram dormir.

*******************L.A****************
Tinha acabado de tocar, Inês agarrou nos livros e dirigiu-se para a porta.
-Miúda espera! – Era a voz de Zac. Ela virou-se para trás e reparou no belo rapaz que se aproximava dela. – Desculpa, sabes alguma coisa da tua irmã? Ela não me disse nada desde ontem…
-Bom dia para ti também!
– Inês riu – Sim, ela está bem, hoje vai ser as apresentações no colégio, acho que ela divide a casa com uma chefe de claque louca! Palavras de maninha… E bem, hoje ainda não falámos, visto que lá… - Inês olha para o seu Iphone – São praticamente 3 da manhã em Londres! – Zac colocou uma mão sob o pescoço, em forma de envergonhado, e depois sorriu.
-Icha… Nem me tinha lembrado disso! – Quando deram por eles já estavam junto ao cacifo dela. – Bem, se ela te ligar diz que a amo muito! – Enquanto Inês abriu o cacifo Zac encostou-se ao outro, mas nem teve tempo para descansar, Taylor Lautner passou a correr por ele e mandou-lhe um grande encontrou.
-Acorda meu! – Disse Taylor a gozar com ele, enquanto parava no meio do corredor e lhe fazia uma careta.
-Puto tás feito! – Zac começou a correr atrás de Taylor que já se encontrava á porta do colégio – Não te esqueças loirinha!
-A mensagem será entregue! – Disse Inês a rir dos amigos. Estava ela a tirar uns livros de lá quando sente uma presença atrás dela. – Sim Ash, já estive a pensar e bem… Não tenho par para o baile!
-Bom Dia Inês!
– Ela poderia jurar que aquela voz era do…
-Damon! Que fazes aqui? Estás louco? – Fechou o cacifo e virou-se para ele, ficando encurralada entre os seus braços e a porta do cacifo.
-Agora trabalho aqui! – Disse mostrando o cartão que tinha para comprovar que era lá onde ele trabalhava.
-Mas… - Damon beijou-a e depois passou os seus lábios pelo pescoço dela – PÁRA! – Gritou, todos se calaram e olharam para eles. – Não te voltes a aproximar de mim…
-Baby, calma lá!
– Inês afastou-se e começou a andar. – Não me vires as costas quando falo contigo! – Disse puxando-a com força para ele.
-Larga-me… Estás a magoar-me!
Damon iria beijá-la de novo, se não fosse alguém aparecer lá.
-Deixa-a! – Disse enquanto andava um murro contra a cara de Damon.


***********************************
Olá Olá! Espero que gostem! Bem, hoje recebi uma novidade, nem sei o que dizer… A Sílvia sabe o que estou a falar! :'(
Bem, espero mesmo que gostem… Do fundo do coração!

Desculpem nao ter imagens, mas nao tenho tempo... Nem paciencia visto que só penso em Corações Partidos, e por mim isto era um capitulo de triteza!
Agora digam lá se não vos troquei as voltas?
O Justin e a Sónia a cantar… Hãn?! Que acham que vai dar?
E o Paulo e a Sílvia?!
E o Damon voltou mesmo para fazer a vida negra á Inês? Quem será que deu o murro ao Damon?
Então e a apresentação no colégio de Londres? Como irá correr…
E a última coisa… Tchan… Como ficaram as coisas entre o Zac e a Sónia?
Bem, mais nada a falar… Talvez tenham algum especial de Natal, quem sabe! :P

Vocês Sabem Que Me Adoram
Xoxo
Gossip Sónia!

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Capitulo 51 (Já nao era sem tempo!)

Repentinamente, a porta onde Sílvia estava encostada abriu-se e ela acabou por cair de joelhos:
-Miúda o que andas a fazer aqui no chão?!
– Eram Sónia e Daniela que tinham acabado de chegar das compras, e vinham cheias de sacos…
-Hã? Há sim, é que perdi a minha lente!
– Disse disfarçando.
-Há, ok! Queres ajuda?
-Não, não…
- Levantou-se e impediu-as de se juntarem a ela - … Já a encontrei! Aqui mesmo…
Sónia fechou a porta enquanto Daniela mandava os sacos para cima do sofá. Depois sentaram-se ambas lado a lado, e encostaram a cabeça uma á outra. Suspiraram:
-Ai… Como é possível ser tão relaxante fazer compras?
-Acho que deveria ter ido convosco!
– Sílvia sentou-se no sofá á frente delas e pousou a cabeça sob um dos “braços” do sofá.
-Então miúda o que se passou?
-Podemos não nos conhecer, mas temos de começar a falar se não isto fica muito estranho entre todas nós!

-Bem, eu tenho uma irmã gémea…
-GEMEA?
– Perguntaram as outras duas num grito em comum.
-Sim, mas somos gémeas falsas! Podem estar muito descansadas que não há mais ninguém igual aqui a mim!
-Há… Mais descansada!
– Disseram Daniela e Sónia.
-Mas como estava a dizer, ela estava em Paris, quer dizer ela mora lá, mas anda sempre a viajar!

-E os vossos pais? Eles não lhe dizem nada… Tipo, o teu pai passa-se só de não ires a uma aula e com ela não é assim?
-Sim, é claro que é! Mas ele já percebeu que a nossa mãe quer a vida dela na filha! Ou seja, a minha mãe é uma grande organizadora de festas, relações públicas, e já foi, em tempos, uma das melhores estilistas, e é isso que ela quer que a Natália seja!
-Natália? Há sim, a tua irmã! Mas tipo, ela está cá? Porque é que ficaste assim?
-É que ela voltou, e quando volta faz-me a vida negra! E desta vez, ela prometeu fazer-me sofreu por causa do meu amor!
-O Paulo?
-Não, a claque!
– Sílvia começou a chorar. Sónia e Daniela olharam uma para a outra, não sabiam o que fazer.
-Bem… Não fiques assim!
– Dizia Sónia, enquanto Daniela se baixava e lhe mexia no cabelo.
-É isso mesmo! Tipo, de certeza que ela só te disse isso para te assustar!
-Daniela não estás numa das tuas séries e programas de televisão! Isto é a vida real!
– Sílvia levantou-se e foi até ao espelho – Se eu sou a Sílvia, chefe de claque e namorada do Paulo Sousa, tenho de estar sempre bem! – Depois de limpar as lágrimas e retocar a maquilhagem virou-se para as outras duas – Vamos sair esta noite! – Disse a sorrir.
-Hãn?
– Disseram Sónia e Daniela em coro.
-Sim, isso mesmo! Vamos mesmo sair! Conheço um bar mesmo bom! É calmo, é simpático, e tem gente boa!
– Sílvia correu até ao telemóvel e ligou para o Paulo.
-Bem, parece que nos viemos meter com uma gaja louca!
– Dizia Sónia baixinho para Dani.
-Então, vamo-nos arranjar?
– Ouviram vindo de trás delas num som estridente.
-Há, sim, claro!
– Subiram as três para os quartos.
***********************************
No colégio, Demi tinha adormecido sob o ombro de Zac. Já este acariciava-lhe o cabelo enquanto a vi-a dormir. Lembrou-se de Sónia, e sorriu. Esperava uma chamada dela ainda durante o dia, mas nada! Tinha passado a noite a ver filmes com a Demz, mas agora que tinha acordado apenas a vi-a a dormir, e olhava para o programa de televendas que estava a dar da T.V.
***************************
-Bem, isto é o máximo! – Disse Daniela assim que entrou no bar a que Sílvia as levou. Olhou á sua volta e – Bem, está ali um amigo meu! Volto já! Daniela foi então ter com um rapaz, que pelos vistos era seu amigo e começaram a falar.
-Olá ladys!
– Dizia uma voz conhecida atrás de Sílvia e Sónia.
-Amor!
– Sílvia “saltou” para cima de Paulo que acabara de chegar. – Estava a ver que não vinhas!
-Ahahaha… Achas? Tenho de aproveitar todos os segundos para estar contigo! Nem sei o que te passou pela cabeça para saíres hoje á noite, visto que amanhã é a apresentação da claque ao público, e tem de treinar umas horas antes.
-Paulinho, não vais começar! Pois não?
-Desculpa lá! Bem vamos dançar?
-Claro!
– Paulo puxou Sílvia para a pista de dança, mas ela virou-se para trás –
Ficas bem sozinha?
-Claro! Sei tomar bem conta de mim!
– Respondeu Sónia a rir. Assim que se viu sozinha foi até ao balcão e pediu uma bebida.
Deixou-se estar a apreciar as vistas, até que:
-E esta noite temos um convidado especial, já nosso conhecido! Sabem quem é?
– Dizia, talvez o gerente, enquanto subia ao palco e metia conversa com o público. Sónia ouviu o nome de várias pessoas, mas a que se ouviu mais foi o nome de um rapaz.
-É isso mesmo… Aqui vem o menino… JUSTIN BIEBER!
– Gritou o homem ao sair do palco e dar passagem a um rapaz que ia com um capuz na cabeça.
-Quem é ele? Que faz ele?
– Perguntou Sónia ao barman.
-É uma das novas promessas da cidade!
– As raparigas presentes começaram a gritar – E as miúdas amam-no! Tem muitas fãs na internet, no seu canal de youtube!
-Boa noite minhas senhoras e meus senhores… Espero que esteja tudo muito bem! Passou uma semana, e bem… Aqui vai outro cover!
– Justin afinou a guitarra e começou a cantar e a tocar.
************************************
Inês estava a dormir até que ouviu um barulho vindo da sua janela. Abriu os olhos e olhou para lá.
-Que fazes aqui? Estou a sonhar, só pode!
– Inês voltou a fechar os olhos e quando os voltou a abrir já lá não estava a imagem que tinha visto á pouco. Inês sentou-se na cama e pousou as mãos atrás da cabeça, suspirou:
-Até já sonho com ele! Mas que é isto? Que se passa contigo Inês Montez? Não te vais apaixonar de novo por um rapaz que nem se quer conheces…
- Dizia ela.
-Mas podes conhecer!
– Inês assustou-se e até deu um salto na cama, ficando virada para onde vinha a voz.
Inês On
Só posso estar a sonhar! Ainda percorri o quarto, apesar de ser pequeno, de uma ponta á outra, mas nada! Não havia ninguém lá dentro sem ser eu! Ainda tentei a ligação mental que tenho com a Sónia, mas nada… Nem valia a pena, era a voz dele, tenho a certeza!
Inês Off
*****************Londres****************
-Que estás a fazer? – Dizia ela enquanto estavam numa “luta” corpo-a-corpo direitos a uma casa de banho privada.
-Vamos… Deixa-te de coisinhas o cheerleader!
– Disse ele ao beijá-la de novo. Ela não resistiu e acabou por se deixar envolver ainda mais. Paulo fechou a porta enquanto Sílvia tentava perceber o que se iria passar ali entre os dois.
****************************
Os gritos explodiram quando Justin acabou de cantar e sorriu para o público imenso que estava á sua frente.
-Gostaram?!
– Perguntou ao levantar-se e pegar no microfone.
-AMO-TE!
– Ouviu-se vindo do público. Ouviu-se uma gargalhada, e Sónia, ao balcão, riu também enquanto bebia mais um pouco. Justin simplesmente sorrio e agradeço, fazendo o típico gesto com o cabelo que ele tem.
-Não pode ser!
– Disse ela ao relembrar o que Zac passava os dias a fazer. Tirou a imagem de Zac da cabeça, e olhou á volta, avistou Daniela no outro lado do bar com um grupo de amigos e amigas. Estava-se a divertir, e Sónia também, apesar de estar sozinha e abandonada. Estava a gostar do ouvir!
-E agora alguém quer vir para aqui cantar comigo?
Perguntou Justin apontando com o microfone para o público. Todas as raparigas levantaram a mão, menos Sónia que se virou de novo para o lado do bar e pediu mais um copo. Depois riu a gozar com as miúdas histéricas que lá estavam quase a saltar para o palco, ou melhor para cima do rapaz:
-Fogo… Que é isto?!
– Dizia ela como se não fosse nada com ela.
-A menina que está aí no bar quer vir cantar comigo?
– As luzes e as atenções viraram-se todas para Sónia e ela virou-se lentamente para ele:
-Eu?!

*********************************************
Olá… E a primeira coisa que quero dizer é que Peço Imensas desculpas, mas a minha net é passada… Espero que a minha mãe decida mudar para outra net… Estou farta da TMN…
Agora quero pedir-vos muitos comentários… Pode ser a minha prenda de Natal?
Pode, pode?
E quero que me divulguem, muito!
Ok?!

ORGOLHO EM SER PORTUGUESA POR CAUSA DO EMMY QUE A “MEU AMOR” GANHOU! :D
Ando viciada na musica Latin Girl do JB!!! É tão linda...
Outra cena, agora não posso fazer E.F… Sabem, estive bue mal… Mas o melhor de tudo é que posso ver as figuras dos outros enquanto se matam a fazer física… Ahahaha que má que eu sou!
E sabem a minha stora de inglês diz que eu tenho um granda sotaque… Mas que não posso falar Americano e tem de ser Inglês… Hãn?
Não interessa…
Agora adeus adeus…
Voçês sabem que me adoram :P
XoXo
Gossip Girl (Sónia)